Prefeitura de Capão do Leão realiza mais de 700 testes para Covid-19

A Prefeitura realizou mais de 700 testes rápidos de detecção do Covid-19 no município. Com os resultados é possível definir as ações restritivas para conter a disseminação da doença.

Como destaca o prefeito Mauro Nolasco, “os testes rápidos têm sido um importante equipamento para auxiliar na avaliação da circulação do vírus. Com os exames e, as medidas acertadas que tomamos, conseguimos identificar e encaminhar de imediato ao isolamento as pessoas infectadas. Minimizando a disseminação e salvando vidas”.
Segundo o coordenador da Vigilância em Saúde, Marcio Soares, “os testes realizados são de dois tipos: RT-pcr (é feita coleta de material e encaminhada ao laboratório) e teste rápido (sorologia): o exame é realizado com uma amostra sanguínea instantânea e o resultado sai em 15 minutos”.
De acordo com o Secretário de Saúde, Wolke Rodriges, “como não há recursos para fazer testes em massa a Secretaria está otimizando as investigações. A cada 37 habitantes um é testado, desta forma trabalhamos com mais segurança”.
Na primeira etapa, foram priorizados locais onde residem muitas pessoas dos grupos de risco e instituições, tais como casas geriátricas, casa do carinho, e comunidades terapêuticas. Além destes, os trabalhadores da saúde e os que atendem diretamente ao público.
A partir da próxima semana serão testadas – no transporte público – pessoas com sintomas para Covi-19, que forem identificados pelos agentes de saúde.
Desde março, já foram observadas e registradas na SMS 647 pessoas com algum sintoma relacionado ao Covid-19.
No município, os usuários que chegam até as UBS e apresentam sintomas são testados com a amostra encaminhada para o laboratório.
Atualmente, a Secretaria de Saúde aguarda nova remessa para aplicar em trabalhadores da rede privada de saúde e do comercio local.

Até o momento, quatro pessoas testaram positivo para o vírus. Os casos confirmados são de uma mulher, de 66 anos, residente na zona rural, recuperada e outra, de 67 anos, moradora do jardim América, hospitalizada, em estado estável.  Também um homem de 38 anos, policial militar, morador do Cerro do Estado, e outro de 52 anos, morador do Jardim América, ambos diagnosticados em Pelotas, estão em isolamento domiciliar.