Prefeitura dá início ao ano letivo com acolhida aos servidores da rede municipal de educação

A Secretaria de Educação, Cultura e Desporto deu início ao ano letivo com a acolhida aos servidores da rede municipal de ensino, durante três dias de palestras e atividades. Na pauta a reflexão sobre a educação pública de qualidade, incluindo metas, desafios e a valorização do trabalho dos educadores – essencial à formação dos cidadãos.

O retorno foi marcado pelo compromisso de trabalhar em sinergia e colaboração permanentes, considerando os desafios e as oportunidades para o ano que se inicia.

Na quarta-feira (20), a abertura contou a presença do prefeito Mauro Nolasco, da vice e Secretária de Educação, Cultura e Desporto, Gilciane Baldassari, do presidente da Câmara, Jonselio Martinez, vereador Duca, da presidente do Conselho da Educação, Luciane Dutra, do presidente do Sindicato dos Municipários, Marcos Rodrigues, além dos palestrantes e servidores da educação municipal que lotaram o auditório do SMCL.

Entre as surpresas para os colaboradores, a SMECD sorteou livros, doados pela UNINTER, parceira em projetos com a Prefeitura.
Ao longo da programação cada participante recebeu material de apoio do evento e um número. Ao final 150 livros, 50 por dia, foram sorteados e entregues aos professores da rede municipal.

A primeira palestra tratou do tema: Ser docente: o caminho se faz ao caminhar!. Proferida pelo professor Marcio Figueiredo, da Escola Superior de Educação Física / Departamento de Desportos e Faculdade de Educação da UFPel.
Márcio possui graduação em Educação Física pela Universidade Federal de Pelotas, mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e doutorado em Educação e Filosofia pela Universidade de São Paulo.

Na quinta (21), Rita de Cassia Rodriguez, coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Cognição e Aprendizagem e do Núcleo de Pesquisas em Ensino de Ciências e Biologia, da UFPel, coordenadora do Projeto Gestão do Desenvolvimento Inclusivo na Escola/SECADI/MEC/UFPEL e do Núcleo de Acessibilidade e Inclusão\UFPEL, abordou o tema: Inclusão entre sonhos e possibilidades. Vale destacar que Rita desenvolve pesquisas na área de Neurociências, Necessidades Educativas Especiais, Processos de Desenvolvimento, Ensino e Aprendizagem, Políticas públicas e de inclusão, Formação de Professores e Transtornos do Espectro do Autismo.

No último dia, sexta-feira (22) a professora Caroline Terra de Oliveira, da Faculdade de Educação / Departamento de Ensino UFPel, ministrou a palestra sobre: Desafios da Educação de Jovens e Adultos na escola atual. Caroline é graduada em História Licenciatura pela Universidade Federal do Rio Grande e Pedagogia pela Universidade Luterana do Brasil. Especialista em Sociedade, Política e Cultura do Rio Grande do Sul, Mestre e Doutora em Educação Ambiental pela Universidade Federal do Rio Grande. Atualmente, é professora do Departamento de Ensino da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Pelotas. Com experiência em pesquisas na área da Educação Ambiental Formal e Não Formal e formação de professores, atua em projetos de formação continuada de professores como o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, exercendo as funções de supervisora, coordenadora adjunta e formadora estadual dos Anos Iniciais.