Prefeito dá início as obras de calçamento da rua Pedro Silveira Lopes

O dia de hoje é de comemoração!!!
O motivo foi o ato onde o prefeito Mauro Nolasco deu início as obras de calçamento da Rua Pedro Silveira Lopes. Uma conquista da gestão municipal que irá beneficiar diretamente mais de dez mil pessoas e atenderá a uma expectativa da comunidade, que há décadas espera pela ação.
 
Ao final da obra, o calçamento compreenderá todo o percurso da rua Pedro Silveira Lopes, indo desde o entroncamento com a rua 28 de março até o entorno da Escola Pref. Elberto Madruga, totalizando 1.200 km. Além do calçamento, estão incluídas no projeto calçadas e sinalização.
 
Vale destacar que a rua Pedro Silveira Lopes é uma das principais vias do bairro Jardim América, por onde circulam cerca de 80% da população e, além do trajeto do ônibus, a rua concentra inúmeros estabelecimentos comerciais.
 
Segundo o Secretário de Finanças, Igor Vianna, “a obra está dividida em quatro etapas. A primeira dará continuidade o calçamento da rua 28 de março e avançará cerca de 300 metros na rua Pedro Silveira Lopes”.
 
Durante o ato, na manhã desta quinta-feira (14), o prefeito esteve acompanhado pelos vereadores César Domingues, Marco Aurélio, Glei Rodales e Fabrício Freitas, secretários, membros do governo e pela comunidade. Na ocasião, Mauro Nolasco declarou ser uma alegria muito grande para a gestão poder realizar entregas importantes como esta, que disse ser um sonho da comunidade.
 
“Estamos há dois anos no governo e mesmo em meio a tantas dificuldades enfrentadas unimos esforços e começamos a colher os frutos desse período de luta onde buscamos melhorar a vida da nossa população e qualificar o atendimento que a comunidade tanto merece e precisa”.
 
Na fala, o prefeito fez questão de ressaltar a importância da articulação e apoio junto ao Congresso Nacional e aos parlamentares, como exemplo o Dep. Paulo Pimenta que destinou mais de 400 mil reais em emendas para o Município.
 
A expectativa é de que a primeira etapa seja concluída em quatro meses. E que, antes mesmo do término desta fase, iniciem as obras referentes aos trechos previstos na segunda e terceira etapas, que estão em fase de licitação para contratação da empresa. A quarta etapa já está em análise na Caixa Econômica Federal para liberação dos recursos.