Povo de Terreiro elege propostas para Conferência Estadual

DSC_0055
Membros do Conselho Estadual e do Conselho Municipal do Povo de Terreiro

Com o apoio da Prefeitura Municipal de Capão do Leão através da Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social foi realizada no dia 8 de julho, no salão de reuniões do Sindicato Rural de Capão do Leão, a 2ª Conferência Municipal do Povo de Terreiro, que contou com a presença de autoridades municipais, de representantes do Conselho Municipal do Povo de Terreiro.

DSC_0071
Conselho Municipal do Povo de Terreiro

A ocasião contou com a presença de autoridades municipais, representantes do Conselho Municipal do Povo de Terreiro, representantes do Conselho da Juventude, representantes do Conselho da Saúde, convidados e representantes do Povo de Terreiro do Rio Grande do Sul.

No encontro, foram discutidas e encaminhadas propostas de quatro eixos; “Democracia e Direitos Humanos”; “Justiça Civilizatória, Racismo e Intolerância Religiosa”; “Participação Popular e Desenvolvimento Sustentável”; “Organização Social, Política e ás Fronteiras Institucionais”. Ao final da conferência foram escolhidos três delegados e três suplentes que representarão o município na 2ª Conferência Estadual, que acontece de 25 a 27 de novembro em Porto Alegre.

DSC_0097
Grupo de Capoeira Filhos da Roda, de pelotas, realizou show de encerramento

O presidente do Conselho do Povo de Terreiro do Rio Grande do Sul, Baba Dyba de Iemanjá, elogiou os conselheiros Leonenses pela iniciativa. “O Conselho Estadual do Povo de Terreiro, foi constituído há um ano e meio, e Capão do Leão é a segunda cidade no Estado a implantar o seu Conselho Municipal”, afirmou. Ainda segundo ele, a sociedade coloca o Povo de Terreiro como uma Religião, mas não é. O povo de terrena reserva um legado civilizatório que é um pedaço do território Africano, e que tem muito para contribuir através do processo político aos municípios e ao Estado, que possuí o maior número de terreiros do Brasil.

Para Ya Sandrali de Oxum, Secretária Executiva do Conselho Estadual do Povo de Terreiro, existem 27 representações dentro do Conselho Estadual, e para sua organização, foram envolvidas no processo, mais de três mil pessoas. “Povo de Terreiro significa congregação de nações. Nós congregamos a Umbanda, além de todas as manifestações religiosas ligados aos povos de Ascendência Africana que constituem a sociedade e a economia gaúcha. Nós incluímos e não excluímos. O Terreiro é um espaço que acolhe a comunidade”, explica.

Ao final foram aprovadas as propostas descritas logo a seguir, além de uma Moção de Repudio pelo possível fechamento do Conselho Municipal do Povo de Terreiro da cidade de Canoas, no RS. A conferência teve seu encerramento com apresentação do grupo de Capoeira Filhos da Roda, de Pelotas.

Definidas propostas para Conferência Estadual

Eixo 1

Matriz Civilizatória Africana: Democracia e Direitos Humanos.

Elaborar métodos de transmissão da Cultura de Ascendência Africana, espalhado conhecimentos e esclarecendo a sociedade sobre dúvidas e interpretações errôneas causadoras da intolerância religiosa, começando pelas escolas;
Realizar diversas atividades de rua, com objetivo de chamar a tenção das pessoa e da sociedade. É importante que sejamos vistos;

Eixo 2

A Matriz Civilizatória Africana: Justiça Civilizatória, Racismo e Intolerância Religiosa.

Ter uma Comunicação mais aberta como um todo. Se expor perante a sociedade e comparecer em locais públicos. Transmitir mais informações sobre religião;
Expandir a religião com divulgações ao apoio político, e ter mais persistência;

Eixos 3 e 4

A Matriz Civilizatória Africana: Participação Popular e Desenvolvimento Sustentável. Organização Social, política e as fronteiras institucionais.

Dialogar com os demais Conselhos (Fórum Municipal);
Formação com professores sobre história Afro-brasileiro e Matriz Africana;
Inserir as lideranças para planejar, pensar, atuar nas formações municipais;
Garantir espaço físico para realização de atividades do Conselho do Povo de Terreiro, e demais Conselhos Municipais;
Ampliar o funcionamento da casa dos conselhos abrangendo os finais de semana;
Dar prioridade ao funcionamento do ginásio de esporte de Capão do Leão para a realização de diversas atividades culturais;

Delegados – Titulares – Povo de Terreiro
Pedro do Bará – Presidente do Conselho Municipal;
Ana Cristina – Vice-Presidente do Conselho Municipal;
Débora da Otim – Secretária do Conselho Municpal;

Suplentes
Rosana Correa, Maria Proner e Chirlei Duarte.

Gerson Baldassari – Jornalista – DRT/RS – 11634