AUTISMO – INCLUSÃO E DIREITOS

O prefeito Mauro Nolasco recebeu, nesta manhã, os vereadores David Martins e Jonselio Martinez (Duca) para dar andamento as ações previstas na Lei nº1971/19 – proposta pelos vereadores – que garante o atendimento prioritário também a responsáveis por pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Ainda na reunião, os vereadores apresentaram um Projeto de Lei que prevê a criação de um Censo de Inclusão de pessoas com TEA para que – a partir dos dados cadastrados – sejam confeccionadas carteiras de identificação, garantindo direitos, como exemplo no acesso ao atendimento preferencial.

Também participaram do encontro, representando responsáveis por crianças autistas, Josie de Moraes, Rafael Pereira e Nara Silva, além da presidente do Conselho do Idoso, Isabel Chagas e Renato Bryon, do Conselho da Pessoa com Deficiência.

De acordo com a Lei Municipal o símbolo mundial do autismo (TEA) deve ser incluído nas placas de identificação para atendimento preferencial, assim como são para idosos, gestantes e pessoas com deficiências.

Para o prefeito “é fundamental conscientizar e agir para garantir direitos aos que necessitam de atendimento especializado. Temos esse compromisso, sabemos da realidade do atendimento diferenciado e direcionado a quem precisa”, declarou Mauro Nolasco, que já encaminhou a identificação do atendimento priorizado também para autistas em todos os setores da Prefeitura que recebam público.

Hoje, são muitos os casos identificados de TEA no Município. “Em 2016, apenas 26% do cadastro da Prefeitura estava atualizado, hoje, aproximadamente 90% das informações estão atualizadas e os diagnósticos de TEA são crescentes”, ressaltou o prefeito.