Prefeitura mantém parceria com Associação para atender cães de rua

O prefeito Mauro Nolasco assinou na manhã de quinta-feira (25) o Termo de parceria entre a Prefeitura e a Associação dos Amigos dos Animais Abandonados (ONG A4 ).
O contrato refere-se a manutenção do atendimento realizado pela Associação, com abrigo, alimentação, cuidados médicos veterinários e serviços afins, relacionados aos cães errantes.
A população de cães que vagam pelas ruas é um problema atual e levanta discussão sobre o bem estar dos animais, a responsabilidade ambiental e assuntos relacionados saúde pública, como agressão, zoonoses e acidentes de trânsito. Neste sentido, a Prefeitura compreende a importância de contribuir com este atendimento e soma esforços para que seja possível manter a parceria com a A4.
Na região, o Município é referência de empenho no sentido de contornar e resolver o problema dos animais de rua. No entanto, mesmo com as campanhas permanentes de castração e adoção é muito difícil alcançar os resultados esperados a curto prazo. Hoje, o maior desafio é controlar ou monitorar o número de cães que são soltos nas vias públicas. Visto que são inúmeros os registros de pessoas de municípios vizinhos que abandonam os animais no Capão do Leão.
Ainda na tentativa de controlar o número de animais soltos nas ruas, a Prefeitura irá fornecer dois mil chips para controle e rasteamentos dos mesmos. A ação está prevista para iniciar a partir do dia 15 de fevereiro.
Com o Termo de Fomento assinado pela Prefeitura a Associação responsabiliza-se pelo acolhimento dos cães abandonados no Município que sejam portadores de alguma enfermidade ou necessitando de cuidados especiais, pelo tempo necessário à sua recuperação, para proporcionar-lhes quarentena e cuidados básicos de saúde, preparando-os à sociabilidade, estimulando o entrosamento e adaptação para adoção.
Hoje mais de 540 cães são mantidos e abrigados permanentemente na Associação, que recebe da Prefeitura repasses mensais no valor de R$ 22.083,34.