Dia Municipal contra a Discriminação e o Preconceito na Saúde Mental

No dia 27 de julho foi comemorado o Dia Municipal do Combate à Discriminação e o Preconceito na Saúde Mental, conforme a determinação de Lei Municipal de 2011.

A data, além do combate ao preconceito e a discriminação, visa promover a reflexão sobre a inclusão dos portadores de transtornos mentais na sociedade, reforçando a garantia de seus direitos ao trabalho, a educação e ao lazer.

A programação iniciou com a solenidade de abertura, conduzida pelo Mestre de Cerimônias, Eduardo, paciente do CAPS Casa Vida. O evento contou com os shows musicais do Diretor de Turismo, Cultura e Desporto, Éverson Maré, e do cantor David Lemes. Ao longo do dia as atividades incluiram depoimentos de usuários. roda de conversa com a psicóloga Carol Bassi e a assistente social, Mônica Noguez, da 3ª Coordenadoria Regional de Saúde, encerrando com a apresentação do Grupo Artístico do CAPS Casa Vida.

Para o prefeito, Mauro Nolasco, “nosso Governo é parceiro no combate ao preconceito. Apoiamos ações que promovam o reconhecimento e o respeito de todas as pessoas como cidadãos. Hoje é um dia de festa e também um momento de reflexão. Um ato justo que se viabiliza pelo empenho e comprometimento dos servidores, dos usuários e a participação da comunidade.”

No município, o CAPS Casa Vida possui caráter aberto e comunitário. As equipes multiprofissionais e transdisciplinares, realizam atendimento a usuários com transtornos mentais graves e persistentes, a pessoas com sofrimento e/ou transtornos mentais em geral incluindo decorrentes do uso álcool ou outras drogas.